Perfil

SIC Radical

Podcast

  • Irritações: “Se tem gato, então não consegue engatar mulheres? Isso é altamente preconceituoso”

    Podcast

    Luís Pedro Nunes reage a um estudo recente que conclui que fotos com gatos diminuem as hipóteses de um homem conquistar uma mulher: “Isso reflete o machismo das mulheres.” Carla Quevedo comenta a notícia sobre a concentração no Porto contra a vandalização de estátuas: “Irritou-me que a notícia fosse exclusivamente sobre o distanciamento social.” José de Pina irrita-se com o facto de o suspeito do desaparecimento de Maddie McCann, Christian Brueckner, ter o mesmo apelido que o seu compositor favorito.

  • Podcast Irritações: “[O Boris] é um 'palhaçote' que não consegue viver sem as ideias do Cummings”

    Podcast

    José de Pina comenta a polémica à volta do assessor de Boris Johnson, Dominic Cummings, que desrespeitou as regras do confinamento: “É uma falta de respeito para com os britânicos”. Carla Quevedo 'reage às reações', homenagens e epitáfios dos internautas sobre a falsa notícia da morte de Ribeiro Teles: “Foi uma fossanguice para ser o primeiro”. Depois de um dia de praia, Luís Pedro Nunes traz-nos conclusões pouco animadoras.

  • Irritações: “[Marcelo] não é o presidente dos afetos, mas o presidente 'Chico Zé' da taberna”

    Podcast

    Luís Pedro Nunes reage à atitude do Presidente da República ao ignorar as regras de distanciamento e beber cerveja com um grupo de motards: “é o tuga-mor, aquele que incorpora todos os defeitos dos portugueses”. Afonso Reis Cabral comenta as ideias de que a covid-19 tem um propósito e um desígnio de 'contra-ataque da natureza': “a natureza não existe, não existe uma identidade”. Carla Quevedo apela à paz no desconfinamento e José de Pina irrita-se com estafetas da Glovo que trabalham para a Uber Eats.

  • Podcast Irritações: José de Pina: “O taxista André Ventura é um anti-patriota, a tentar tirar proveito desta situação”

    Podcast

    No Irritações desta semana, Luís Pedro Nunes sente-se deslocado no TikTok ao tentar perceber os “conteúdos extraordinariamente ridículos e mal feitos”. Carla Quevedo prefere o açambarcamento de farinha e fermento para fazer pão em casa do que lidar o dia inteiro com tweets de pessoas sem nada para fazer: “É péssimo! Já não os posso ouvir”. José de Pina comenta a atitude de André Ventura, "absolutamente deprimente", e os cartazes do partido completamente inapropriados.

  • Podcast Irritações: Programa de 3 de abril

    Podcast

    Ricardo Dias Felner aponta a xenofobia volátil face aos chineses em Portugal. Luís Pedro Nunes confessa a vontade de “bater com a cabeça na parede” por consumir demasiada informação, desiste de ver a série “Tiger King” e sai em defesa do Pangolim. Carla Quevedo traz-nos “o curioso discurso de personificação progressista do vírus” e também considera estar na hora de parar de culpar o mamífero, que é apenas uma vítima.

  • Podcast Irritações: “É este o momento de lidar com o medo”

    Podcast

    Carla Quevedo propõe que se faça humor, porque este é um momento crucial para a boa disposição e intitula-se uma “preperzinha”. Luís Pedro Nunes acha que deveriam existir regras para as videochamadas de trabalho. Chamadas que, segundo Luís Pedro, apresentam muitas vezes uma biblioteca de livros como pano de fundo. Mas porquê? José de Pina fala-nos dos benefícios das redes sociais para ultrapassar a pandemia.

  • Podcast Irritações: “Como é que o país vai levar uma pandemia a sério quando nem os políticos a levam?”

    Podcast

    Sebastião Bugalho (convidado especial) considera degradante vivermos num país duplo onde "...os políticos vão beber copos para o teatro e as pessoas não podem ir visitar os avós aos lares...". Carla Quevedo apela à confiança nas autoridades políticas mas também defende uma comunicação mais clara e não alarmista pelos mesmos. José de Pina traz-nos os prazeres ocultos de uma quarenta. Com moderação de Pedro Boucherie Mendes, o episódio foi emitido a 13 de março na SIC Radical

  • Podcast Irritações - sobre o coronavírus: “Irrita-me a ignorância e o pânico”

    Podcast

    Carla Quevedo sugere uma abordagem mais conservadora perante a doença e sente-se irritada com o pânico em comprar as máscaras de proteção. Luís Pedro Nunes considera que já não se pode mascarar de nada. Pois, agora tudo é apropriação cultural: “...fez-se do carnaval uma coisa politicamente correta.” Joana Marques critica a expressão “comida do bem” (da apresentadora Isabel Silva) e o valor moral que lhe foi conotado

  • Podcast Irritações: "O drama da «ministra que ficou traumatizada para sempre, porque ouviu uma piada» sobre os dentes"

    Podcast

    No episódio desta semana Joana Marques traz-nos as reações das redes sociais sobre a pergunta de Cristina Ferreira à Ministra da Saúde: "gravíssimo este apontar de dedos à ministra". José de Pina constata que há por aí empresas de construção civil que andam a lançar o pânico aos peões - caso das obras do metro do Areeiro. Carla Quevedo mostra-se irritada com o bullying das empresas de telecomunicações com as suas faturas e o débito direto

nas redes

pesquisar